minha história

E o círculo azul não para de crescer!

Acho que a gente tem dois momentos importantes diante da descoberta do diabetes em nossas vidas. O dia do diagnóstico com todas as dúvidas, medos, lamentos, revolta, etc. Quando precisamos aprender a viver com uma série de novos hábitos, disciplina, recomendações, cuidado, atenção, obediência, etc. E aquele momento em que descobrimos que não estamos sozinhos passando por tudo isso.

Foram muitos anos sozinha. Por muito tempo eu fui pessoa com diabetes que tomava insulina na família. Depois na escola eu descobri outra pessoa, mas não conseguimos nos unir porque ele não aceitava a doença e eu preferi seguir o tratamento. Na faculdade voltei a ser a única com hipos que a maioria não entendia. No trabalho encontrei uma pessoa, Alessandra, numa agência de publicidade em Niterói. A reencontrei na semana passada e fiquei feliz em saber que ela estava se cuidando bem, usava a bomba de insulina há mais tempo do que eu, tinha tido uma filha e que a vida corria como deve ser. Em comum, agora, nós temos também a luta pelos insumos que estão em falta no estado do Rio de Janeiro. Mas nós duas estamos lutando, juntas novamente.

Lembro também que já tive um chefe com diabetes que praguejava contra a mesma doença que eu tinha. Reclamava e sofria, enquanto eu estava procurando sempre uma forma de viver melhor, o que não era fácil no ambiente estressante que vivíamos. Também não consegui muita aproximação porque estávamos em fases diferentes de aceitação da condição. Hoje uma outra amiga com diabetes está comigo na Associação dos Diabéticos da Lagoa – ADILA como voluntária e é muito bom ver que a atração entre pares motiva que todos possam seguir adiante enfrentando, muitas vezes, as mesmas adversidades.

Penso que ninguém precisa enfrentar o diabetes sozinho. A família, os profissionais de saúde, os amigos do trabalho ou da escola, todos os círculos sociais podem apoiar a vida de quem tem esta condição. Mas como? Entendendo cada vez um pouco mais sobre o que precisamos fazer para continuarmos a vida e lutarmos por nossos propósitos. Não pensem que é fácil. Pra ninguém é. Mas acredito que seja possível quando nos unimos a pessoas que nos dão aquela mão na hora que desanimamos, quando alguém puxa aquele papo sobre algo que a gente sabe de cor e salteado. Não falta assunto para quem vive com diabetes. Temos sempre muitas histórias para contar, e não apenas de hipoglicemia. Contamos piadas, rimos de situações comuns, trocamos confidências. Ninguém melhor do que outro igual a nós para nos animar e nos impulsionar para melhorias em nossa própria vida. Felizes os médicos que entendem que o paciente, a pessoa que vive com a doença, também tem um conhecimento profundo sobre como é viver com o diabetes e que este conhecimento não disputa com sua bagagem acadêmica ou clínica. Queremos ser parceiros para ajudar uns aos outros para que todos consigam vencer os obstáculos até a conquista de uma vida plena. E quando falo “vida plena” não estou dizendo em controle absoluto do problema. Estou dizendo que a conquista de uma vida plena é a conscientização de quem somos, da doença que temos, dos tratamentos de que dispomos e das escolhas que precisamos fazer diariamente. Quem tem isso tudo, tem mais condições de alcançar seus sonhos e metas pois saberá por onde andar e com quem andar! Diga-me com quem andas que te direi quem és!  O outro nos mostra nossas próprias falhas sem nos apontar o dedo. O outro também tem suas lacunas a serem preenchidas com informação e conquistas pessoais. Estamos todos no mesmo barco!

Não fique parado! Vamos aumentar cada vez mais nosso círculo azul e, com isso, transformar a nossa e a vida de tantas outas pessoas.

Um grande beijo e até a próxima!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s